Resenha: Jogos Vorazes - A Esperança

Olá meninas!
Eu sei que prometi postar essa resenha ontem, mas eu tive uma surpresa nem um pouco agradável logo pela manhã que me tirou a vontade até de viver... Mas agora eu já estou um pouco melhor e a vida tem que seguir. Então, eu resolvi postar a resenha...
Era pra eu ter postado bem mais cedo mas tive váaaaaaarios problemas o meu pc, minha internet e meu Google Chrome. Demorou, tipo, 1 hora pra conseguir arrumar todos, mas eu consegui... Ai eu fui assistir seriado porque amanhã tem aula e eu queria dar uma adiantada em Doctor Who, mas acabei assistindo só um porque eu parei pra passar esmalte e acabou ficando meio tarde... Enfim, vamos à resenha!

Katniss conseguiu escapar pela segunda vez da arena dos “Jogos Vorazes”, mas continua longe de ter uma vida normal e segura. A Capital quer vingança e inicia uma dura represália contra a população. Katniss é, agora, o principal símbolo da revolução e é usada como uma “imagem” de “guerreira” que o povo quer seguir para vencer a Capital.
Apesar de morarem agora em um local considerado seguro, Katniss e toda sua família e alguns amigos ainda correm grandes riscos. Ela tem muitas preocupações e ainda tem de encarar a tristeza de ter que encarar o fato de que: Peeta está nas mãos do Presidente Snow!
No Distrito 13, a vida é ainda mais controlada do que era nos Distritos controlados pela Capital. Horas exatas para cada atividade ser realizada, além do controle sobre as quantidades de alimento e roupas usadas.
A guerra é muito realista e muito bem retratada no decorrer da história e é impossível não se sentir solidário à população. Tudo parece ser mais uma edição dos Jogos Vorazes, mas, desta vez, mais violento e com a participação do país inteiro.

A leitura é muito mais reflexiva do que nos outros dois livros e enfrentamos maiores baques no decorrer da história do que nas anteriores. O sofrimento é muito maior e mais aparente na vida de Katniss. Também, não sem razão, já que a qualquer momento ela poderia ser vítima de alguma armadilha terrível da Capital. Isso sem contar em toda pressão psicológica que ela sofre.



Posso chorar agora? Quando eu terminei de ler, precisei de alguns minutos pra cair a ficha e, nesses minutos, algumas partes da história ficaram passando e passando sem parar na minha cabeça. Essa trilogia me marcou muito, marcou pra toda vida. São incontáveis as coisas que eu aprendi durante minha leitura e eu, definitivamente, nunca vou esquecer Katniss, Peeta, Finnick, Gale, Haymitch, Effie, Presidente Snow, Plutarch, Cinna e outros muitos personagens que estão guardados bem dentro do meu coração!

Eu li (você já devem estar acostumados com isso) por ebook e por isso não posso dizer nada sobre a edição física... A capa é linda e simples como as outras, mas é a minha preferida porque azul é vida!


Em breve eu pretendo ter esses três livros mais lindos!!

Eu já consegui assistir o filme "Jogos Vorazes - Em Chamas" e estou louca pra assistir "Jogos Vorazes - A Esperança pt. 1" esse ano, então, Paris Filmes, adianta ai pelo menos o trailer, né? 

Espero que tenham gostado... Já tenho mais uma resenha pronta, então logo virá mais!!! Ah, eu vou comprar "Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos", me digam: vocês já leram? Gostaram?
Beijos, Mell!

QUER VER OS POSTS DO BLOG ASSIM QUE ELES VÃO PRO AR? ASSINEM NOSSO FEED DE NOTÍCIAS (FICA LOGO ALI EMBAIXO DA FOTO DE PERFIL), SIGA NOSSO TWITTER E CURTA NOSSA FANPAGE NO FACEBOOK!
NÃO SE ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG (LOGO EMBAIXO DA ASSINATURA DO FEED) E RESPONDER A PESQUISA DE PÚBLICO!



Qualquer lugar que você esteja agora, eu sei que é um bom lugar. Você foi um anjinho na minha vida e os 7 meses que passamos juntas foram os melhores... Eu, você, seu irmã Cherry e sua Mãezinha de verdade Amora, sempre juntas aprontando, correndo juntas pelo quintal ou rolando na cama. Minha vida foi diferente com vocês três e agora vai ser diferente apenas com duas...
Você sempre me fazia rir com cada coisinha boba que fazia. As vezes até me irritava porque estava sempre por perto jogando meus papéis, canetas e maquiagens pro ar e amassando meus cadernos e livros. E, nossa, como eu vou sentir falta disso!
Eu não sou a única que sente sua falta... Faz só um dia mas sua irmãzinha está chorando e te procurando por todos os lugares. Eu queria que você voltasse, que tudo não passasse de um engano e que amanhã ao acordar eu encontrasse você miando escandalosamente na cozinha por estar com muita fome.
Eu te amei, te amo e vou te amar pra sempre. Nunca vou esquecer dos momentos que passamos juntas, desde as "Dez pras Cinco" do dia 15 de dezembro de 2013, até a noite do dia 18 de julho de 2014 quando eu lhe dei boa noite sem saber que seria a última vez que eu veria seu rostinho lindo...



2 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada linda! Que bom que você gosta!
      Visite-nos sempre e comente também!
      Beijão!

      Excluir

O quê achou da nossa postagem? Gostou? Não se esqueça de deixar o seu comentário.

Não perca nenhum post!