Resenha: Deixe a Neve Cair

Olá meninas!
Pra começar a temporada de resenhas aqui no blog eu escolhi "Deixe a Neve Cair" porque é a única que eu já tinha pronta sem ser de alguma série... Bora ver!?!

Créditos da foto: A series of serendipity




Deixe a Neve Cair é um livro com três contos diferentes escritos por escritores diferentes, mas que contém um mesmo assunto em comum, o Natal.

O Expresso Jubileu, por Maureen Johnson – Eu me interessei nesse livro mais por ele ter um conto escrito pelo John Green, mas acabei me surpreendendo por gostar mais (muito mais!) desse conto do que de qualquer outro entre os três. A personagem principal, Jubileu, passa por coisas realmente difíceis pouco antes do Natal e acaba indo parar na casa de um total desconhecido. Ela se encontra totalmente em crise consigo mesma e com todos à sua volta porque se irrita, bastante, com o fato de ter que passar o Natal com vários problemas (que depois são esquecidos...). Não posso contar mais nada. Só posso dizer que vocês PRECISAM MUITO ler pra descobrir porque a Jubileu se chama Jubileu, porque ela fica com esses problemas todos, como ela vai parar na casa do tal desconhecido e o que acontece lá! É uma história do tipo “romance divertido e inesperado que algumas pessoas não admitem, mas todos gostam” e você, com toda a certeza, durante a leitura vai querer passar por isso algum dia.

O Milagre da Torcida de Natal, por John Green – E, finalmente, chega o tão esperado conto escrito pelo John Green e, por ter tantas expectativas em relação a ele, eu acabei me decepcionando um pouco. É uma boa história, mas eu esperava mais dela e tive certa dificuldade para prestar atenção, mas isso só até metade, depois tudo fica mais interessante. Tobin, JP e Duke são três amigos (na verdade, Duke é uma garota e ela não se chama Duke, vocês vão entender quando lerem...) que passam por várias situações divertidas e engraçadas apenas para conseguirem cumprir uma missão um tanto quanto estúpida... Mas o que torna essa busca por “algo estúpido” divertida é que eles precisam enfrentar trinta quilômetros no meio da pior nevasca em cinqüenta anos, sem contar que eles não são os únicos interessados em cumprir essa missão.  A história não é romântica até chegar perto do fim, e é mais ou menos nesse ponto que fica impossível parar de ler.


O Santo Padroeiro dos Porcos, por Lauren Myracle – O nome pode parecer um pouco estranho, mas depois vocês vão entender tudo. Essa história é um pouco triste e até trágica desde o começo e isso a torna um pouco mais realista do que as outras e te faz pensar sobre muitas coisas. Addie está deprimida por ter terminado com seu namorado, faz uma mudança radical no cabelo e se arrepende muito depois, além de não conseguir parar de pensar que todos a sua volta acham-na muito egoísta. Ela precisa rever todos seus conceitos de importância e enfrenta um pequeno sufoco após esquecer uma tarefa importante que havia prometido a sua amiga que faria por ela. No fim ela descobre que pode ser muito mais feliz se seguir alguns conselhos que recebe e o “final feliz” desse último conto se torna o final de todas as três histórias.


Eu li por Ebook, então não posso comentar nada sobre o livro físico. Mas a capa é muito linda!

Espero que tenham gostado. E aguardem muitas outras resenhas (sério, eu não consigo parar de ler!)...
Beijos, Mell!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O quê achou da nossa postagem? Gostou? Não se esqueça de deixar o seu comentário.

Não perca nenhum post!