Crítica de cinema: Percy Jackson e o Ladrão de Raios

Olá meninas!
Hoje eu resolvi fazer uma coisa um pouco diferente aqui no blog: uma crítica de cinema! Ok, a questão é que ontem eu achei um site muito bom pra assistir filmes online (logo eu faço um comentário sobre ele aqui no blog) e estou pirando porque nele tem todos os filmes que eu quero assistir... Ou seja, eu vou virar a "louca dos filmes" então vocês vão ver muitas (muitas mesmo) críticas de cinema por aqui a partir de agora.
O primeiro filme que eu assisti foi "Percy Jackson e O Ladrão de Raios" então, vamos lá...

*Não garanto a ausência ou a presença de spoilers. Que já fique avisado pra ninguém me culpar depois. Se ler, é por sua própria responsabilidade...*

Eu acho que, sinceramente, eu nunca assisti um filme baseado em um livro que fosse tão infiel ao livro quanto esse! A real impressão que eu tive foi que pegaram o enredo principal e os personagens e escreveram uma história completamente diferente...
Tudo bem, Percy Jackson é filho de Poseidon e não sabe disso. Seu melhor amigo, Grover, é um sátiro. Seu professor é um centauro e a professora substituta tenta matá-lo. Ele é acusado de roubar o raio mestre de Zeus. Sua mãe, Sally Jackson, é casada com o terrível Gabe. Ele descobre que é semideus, meio humano e meio deus grego, e vai para o Acampamento Meio-Sangue. Enfrenta alguns monstros, conhece Annabeth e ele, ela e Grover saem para provar que Percy não roubou nada. Até ai, tá tudo legal, no livro também é assim, mas, no meio de toda a história original, existem várias falhas e mudanças...
Eles NÃO ficam o livro inteiro procurando as pérolas que podem tirá-los do submundo. Ah, falando em submundo, quem disse que eles entram por uma passagem perto do letreiro de Hollywood? Mas, a maior falha de todas é, sem dúvida nenhuma, a falta de Ares, o deus da guerra, no filme! No livro, ele e Percy até batalham e no filme nem menciona o nome dele e muito menos Clarisse, filha de Ares que briga com Percy no Acampamento.
Eu até entendo que é impossível colocar cada detalhe do livro na adaptação pro cinema, entendo que um filme precisa ter um "limite de duração" e que é realmente caro produzir tudo mas, pensem comigo, "Harry Potter" ou "O Hobbit" têm grandes falhas como essas? Não estou comparando, nem venham discutir qual é a melhor saga, apenas estou dando um exemplo... Acho que foi falta de vontade mesmo dos produtores! Mas ai tem a questão: como eles saberiam se iria ser sucesso ou se iria fracassar? Interessante, é certeza que algum filme vai ser ou não sucesso antes dele ser lançado? Em alguns casos até pode ser, mas todos podem se enganar e, as vezes, o que imaginam que seria sucesso absoluto não dá lucros e o que tiveram medo de fracassar totalmente faz o maior sucesso!
Mas fica muito mais difícil um filme agradar e fazer sucesso quando falta tantas coisas... Coisas pequenas até, como a caneta-espada do Percy que não é de "clicar" e sim de "destampar", fariam total diferença e, muitas vezes, parando pra pensar, alguns elementos que fazem muita falta acrescentariam coisa de 5 ou 10 minutos de filme e poderiam até ser colocadas ao invés de cenas bobas...
O filme é ruim? Não, apesar de todos os erros e falhas o filme é bom! É muito engraçado e o elenco é DIVINO (trocadilho tosco '-')! Logan Lerman é o Percy perfeito (ele não só "meio deus grego", ele é deus grego por completo uehueh) e o Brandon T. Jackson fez muito bem o papel de Grover... Quanto a Alexandra Daddario como Annabeth, só tem uma falha e é das grandes: Annabeth deveria ser loira...

Eu já fiz a resenha do livro "Percy Jackson e o Ladrão de Raios", então se quiser vê-la, clique aqui!

Peço desculpa se depois de ler isso você desistiu de ver o filme... Não desista, vale a pena ver porque é realmente legal. Se você ainda não leu o livro, recomendo que você assista primeiro pra depois não se decepcionar tanto. Se você já leu e pretende assistir, boa sorte e tente não ficar muito irritado...

É, espero que tenham gostado... Agora eu vou assistir "Jogos Vorazes - Em Chamas" e em breve faço a crítica dele também.
Beijos, Mell!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O quê achou da nossa postagem? Gostou? Não se esqueça de deixar o seu comentário.

Não perca nenhum post!